Nota!

Aproveitando a deixa aberta no post anterior, volto aqui pra dizer que bons livros eu li ano passado.

Um dos principais, sem dúvida, foi ”A sangue frio” de Truman Capote.

Gentem, que livro bem escrito. Recomendo fortemente esse que foi um marco na escrita de livros jornalísticos.

Um outro que gostei apesar de super paradão (e de ter levado muito tempo para termina-lo) foi ”As relações perigosas” de Choderlos de Laclos. Sabe aquele filme ”Segundas intenções”? Então, foi baseado nesse livro.

Muita gente talvez não goste, pela linguagem – foi traduzido por Carlos Drummond de Andrade – e se passa em meados de 1782.

A escrita também é diferente… ele é apresentado através de cartas. Mas é muito interessante e vale a pena.

Bem, é super difícil escolher livros para recomendar, visto que eu li vários cof cof livros bons. Então decidi pelos mais democráticos.

Mas pra finalizar indico dois atuais e fáceis de ler, mas não menos interessantes e agradáveis.

Um deles é o extraordinário ”Extraordinário” de R.J. Palacio, que gracinha de livro! Bom para pessoas em qualquer faixa etária.

E o outro, tcharam! É ”O chamado de Cuco” da – incrível – J.K. Rowling. Sério, sou fã demais da escrita dessa mulher. É muito além de Harry Potter (que eu amo).

Bom, esses são alguns dos que eu consigo me lembrar agora. Na verdade há outros mas não dá pra colocar todos aqui, mas caso eu me lembre de outros volto pra um update.

Bisous!

 

Ressaca literária.

De todas as ressacas existentes, a literária é a que mais me incomoda.

Sim, pois ficar incapacitada de ler é um problema.

Sofro desse mal desde o inicio do ano. Eu sei exatamente como começou.

Acontece que ano passado eu me vi em total marasmo literário, com muitos livros interessantes e inéditos para minha pessoa, mas vontade zero de lê-los. Porém, eu tenho um cronograma a seguir anualmente, e todo ano eu preciso ler ao menos 2 livros ao mês. A obrigação mesmo é apenas um, dois são o recomendado e o que vier a mais é lucro. Tudo bem, eu tenho seguido o cronograma direitinho há anos e todo final de ano o saldo é positivo. Só que em 2013 eu não consegui, devido a uma série de contratempos e problemas pessoais eu relaxei muito em minhas metas e sobrou tudo pros últimos meses do ano.

Pausa para dizer que admiro muito quem lê bem mais do que isso, eu gostaria mas não consigo manter como uma obrigação, me forçar além dos dois livros a.m. me faria não apreciar e até diminuir o ritmo dos ‘lucros’ mensais.

Digamos que em dois meses eu li uns 20 livros duma vez. Terminava um e começava outro além de ter finalizado vários livros que eu já havia começado a ler anteriormente e abandonado por razões diversas.

Resultado… encontro me totalmente indisposta para leituras. Esse ano eu li só 6 livros, iniciei e não conclui dois, ou seja, estou completamente atrasada e não sei como sair dessa.

Não há engov e chá de boldo que me ajude. Até benzedeira eu estou pensando em procurar.

Oremos pela minha recuperação.

 

Um Dawkins cristão?

Richard Dawkins causou frisson essa semana.

Tudo por conta de um comentário que ele fez em um festival (Hay 2014) onde estava apresentando seu novo livro.

Acontece que ele disse que se considerava um cristão secular como resposta a um ministro que disse que apesar de não acreditar nos milagres bíblicos e na ressurreição de cristo ainda assim se considerava um cristão e pregava o evangelho. Ainda complementou dizendo que se o ministro não aceitava o lado sobrenatural da religião, não deveria se julgar como tal.

Só que Dawkins disse que se considerava um cristão secular mais pelo lado “cerimonioso” da coisa.

Ou seja, o que ele quis dizer mesmo é que ele é um cristão cultural, coisa que ele já disse em outras ocasiões.

Não sei por que tanto estardalhaço. E pencas de cristãos e religiosos divulgando a noticia como se ele agora fosse um novo membro da igreja anglicana.

Oh lord! Sério, isso cansa. Essa briguinha entre ateus X religiosos é tão constrangedora.

Vasculhei o twitter dele (claro!) apenas para me certificar se ele continua o bom e velho Dawkins que conhecemos.

Imagem

E sim, ele continua.

Aqui o link pra quem quiser ver a matéria sobre isso com mais alguns detalhes do ocorrido http://migre.me/jxFG3